29 Fevereiro 2024 - 13:04

PC esclarece que morte de jovem carbonizado no interior de Alagoas foi causada por triângulo amoroso

PC/AL
Arma e munições apreendidas com o empresário

A Polícia Civil de Alagoas prendeu nesta quinta-feira (29) uma mulher, de 28 anos, suspeita de participação na morte do jovem Marcos André de Lima Santos, de 23 anos, ocorrida no município de Água Branca, no Sertão alagoano.

Ela seria mulher de um empresário, preso na quarta-feira (28), na cidade de Ribeira do Pombal, na Bahia, apontado como suposto mandante do crime. Ela teria um caso amoroso com o jovem assassinado.

O delegado Rodrigo Cavalcanti, titular da Delegacia Regional de Delmiro Gouveia, que preside as investigações, confirmou que o homicídio teria ocorrido em virtude de um triângulo amoroso.

A mulher localizada nesta quinta-feira, na cidade de Paulo Afonso, teve a prisão preventiva decretada pela Vara do Único Ofício de Água Branca.

Marcos André foi morto a tiros e teve o corpo carbonizado, no dia 27 de janeiro passado, num trecho da rodovia 145, no município de Água Branca, após ter sido supostamente sequestrado por quatro homens.

O delegado disse que a prisão da mulher resultou de um trabalho integrado com a Dinpol (Diretoria de Inteligência Policial), comandada pelo delegado Thales Araújo, a Polícia Militar de Alagoas e também a Polícia Civil de Paulo Afonso, coordenada pelo delegado Fábio Santos. A polícia teve o apoio do Poder Judiciário e do Ministério Público.

por PC/AL

Comentários comentar agora ❯