17 Janeiro 2020 - 22:53

Jovem acolhida pelo Abrigo Caçula Barreto é destaque em aprovação para o IFS

No próximo mês, a adolescente E. D., de 15 anos, acolhida pelo Abrigo Caçula Barreto, unidade da Secretaria da Assistência Social da Prefeitura de Aracaju, dará início aos estudos no curso técnico de Eletroeletrônica do Instituto Federal de Sergipe (IFS), cujo ingresso, limitado a duas vagas, ela disputou com outros 60 candidatos.

Antes dessa conquista, a rotina de E. e de seu irmão era diferente. Após enfrentarem problemas familiares e começarem a apresentar comportamentos instáveis, eles foram para um abrigo na cidade de Indiaroba. Mais tarde, ela foi transferida para a unidade de acolhimento em Aracaju.

Devido às circunstâncias, a coordenadora do abrigo, Meiry Bomfim, disse que E. foi diagnosticada com bipolaridade, transtorno mental causado pelas oscilações de humor. Ao chegar no local, a adolescente passou a ser acompanhada por assistentes sociais, psicólogos e pedagogos, que ajudaram-na a superar os resquícios da violação de direitos a que foi submetida e a traçar um novo projeto de vida.

“Percebemos que E. era extremamente inteligente e proporcionamos que ela desenvolvesse essa capacidade na escola, cursos e oficinas, como fazemos com todos os nossos adolescentes. Diante de todo o incentivo, foi ela quem apresentou o desejo de se inscrever no curso. Ficamos muito satisfeitos e felizes com a sua aprovação porque vai ser uma nova experiência para a vida dela, além de ser a primeira pessoa acolhida pelo nosso abrigo dentro de um Instituto Federal. Para que obtivéssemos esse êxito, foi necessário um trabalho de articulação efetivo com toda a rede de atendimento socioassistencial com a Saúde e Educação. Isso é resultado do esforço de trabalho da equipe, mas o mérito é todo dela”, destacou.

Além desse resultado positivo, E. tem outros motivos para comemorar. Ela também conseguiu uma vaga no Programa Jovem Aprendiz, em uma empresa de transporte público no município de Aracaju, e em menos de seis meses, foi aprovada em cursos no Instituto Luciano Barreto Júnior e na Microlins, além da sua aprovação no IFS.

Encantada pela tecnologia, E. sempre se interessou pela área. Ela reconhece o empenho da equipe que a ajudou em todas as suas conquistas. “Gosto da área da robótica e montagem de eletrônicos, por isso, me inscrevi no curso de Eletroeletrônica. O resultado para mim foi uma surpresa, fiquei muito feliz. É satisfatório ver o seu nome aprovado na lista. Para mim, é um novo recomeço que já está acontecendo e espero continuar a minha busca pela felicidade. Sou muito grata a todos do abrigo e as pessoas que me ajudaram nessa caminhada”, disse.

Para a coordenadora pedagógica do abrigo, Heliane Maria Souza, por meio de um trabalho em equipe, somado aos talentos dos adolescentes, é possível transformar a vida de jovens em situação de acolhimento. Ela afirma que todos os adolescentes acolhidos pelo abrigo recebem uma atenção redobrada para que superem as dificuldades e desenvolvam suas potencialidades.

“Sabemos que muitas vezes, as capacidades deles se escondem por trás da história de vida, fazendo com que internalizem coisas negativas. Quando esses jovens chegam à unidade, fortalecemos os vínculos afetivos e sociais, através da educação, arte, cultura e trabalho. Aqui, temos outros adolescentes de muito sucesso e E. é uma deles. Ficamos muito felizes e torcemos para que venham mais e mais resultados como esses”, comemora Heliane.

por Secom - Aracaju

Comentários comentar agora ❯