18 Setembro 2020 - 20:47

Plataforma digital disponibiliza mais de 30 mil títulos a estudantes da rede pública

Os mais de 18 mil alunos da 3ª série do Ensino Médio, das etapas finais da Educação de Jovens e Adultos Ensino Médio (EJA-EM) e da Educação Profissional da rede pública de Sergipe, contarão com um reforço nos estudos: a Árvore de Livros, plataforma digital de leitura que chega às escolas oferecendo mais de 30 mil títulos entre livros, jornais e revistas de todo o mundo. A partir de parceria estabelecida com a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), por meio do Departamento de Educação (DED), o acervo poderá ser acessado no Portal Estude em Casa, na seção Paulo Freire, contemplando a programação da Semana de Mobilização Social, que homenageia o educador.

O acesso é gratuito para os estudantes e professores, e a ferramenta ficará disponível por um período de cinco meses. A oferta faz parte de uma iniciativa da Edtech de ampliar o acesso a obras literárias em meio à pandemia, período no qual as escolas enfrentam desafios para seguir a rotina escolar, além de auxiliar na preparação para os vestibulares. A plataforma foi lançada oficialmente na quarta-feira, 16, durante a palestra online ‘Educação e relações humanas: uma abordagem a partir de Paulo Freire’, ministrada pelo professor Arthur Meucci, da Universidade Federal de Viçosa, e mediada pela professora Meire Ferreira, diretora Regional de Educação 9 (DRE 9). A live continua disponível: .

Além do acervo diversificado, a plataforma oferece ferramentas pedagógicas que auxiliam o professor, como os relatórios de leitura, que mostram o progresso dos alunos, a possibilidade de realizar indicações de livros, enviar atividades pela plataforma e ainda projetos e trilhas de leituras alinhadas à Base Nacional Comum Curricular (BNCC), os quais os educadores podem acessar e aplicar para seus alunos.

A missão da Árvore de Livros é a formação de cada vez mais novos leitores no Brasil. Por meio de todas as possibilidades oferecidas, os alunos que utilizam a plataforma apresentam um nível de leitura acima da média nacional. No Brasil, de acordo com a pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, desenvolvida pelo Instituto Pró-Livro, em 2016, a média é de 2,43 livros por brasileiro durante todo o ano. Já na Árvore de Livros, em 2019, a média foi de seis livros lidos por aluno.

Conforme a diretora do DED, Ana Lúcia Lima, a leitura estimula o imaginário e propiciando o diálogo com a vida. Pela leitura o estudante tem a possibilidade da vivência ao inusitado, a inovação, a curiosidade e a afetividade, tão importante para quem se prepare para o futuro, para a convivência com o controverso, com o extraordinário e com o diferente. "Queremos com essa parceria ampliar a formação dos nossos estudantes na efetividade de leitores competentes e autônomos. A inserção da Árvore de Livros na dimensão da rotina escolar, através do Portal Estude em Casa, pode trazer para as Atividades Escolares Não Presenciais, possibilidade de estimular a leitura entre os estudantes, estimulo tão desejado pelos professores, para tanto teremos mais de 30mil livros disponíveis, sem contar com jornais e revistas para atualização e preparação para o Enem", enfatiza.

por Agência Sergipe

Comentários comentar agora ❯