16 Julho 2021 - 02:00

Livro sobre Educação na Pandemia tem participação de professor da Ufal

Divulgação
Obra foi editada em espanhol pela Fundação Carolina e pode ser adquirida gratuitamente

O livro La educación superior em Iberoamérica en tiempos de pandemia. Impacto y respuestas docentes foi publicado pela Fundação Carolina e já está disponível para download. Com a participação do professor Luís Paulo Mercado, do Centro de Educação (Cedu) da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), a obra conta com uma série de artigos e reflexões que analisam os efeitos da pandemia nas estratégias de formação virtual na educação superior nos países da América Latina.

Segundo o professor Mercado, a pandemia obrigou as instituições de ensino superior a criarem novos cenários de oferta dos processos de ensino e aprendizagem no contexto on-line. “Dificuldades imensas surgiram, desde o não acesso às tecnologias pelos estudantes, a pouca experiência de muitos professores no uso das TICs nos conteúdos curriculares e, mais recente, a necessidade de desenvolver e experienciar metodologias voltadas para o ensino on-line adotado no período emergencial e agora no período normal do calendário da Ufal”, disse.

Ele afirma que os desafios, neste sentido, estão apenas começando: “Muitos desafios estão por vir: resgatar o alto número de estudantes que abandonaram o ensino superior; desenvolver metodologias e práticas pedagógicas para o contexto híbrido, tendência para o período pós-pandemia; investigar as consequências da pandemia na aprendizagem dos estudantes e na sua saúde mental; rever os currículos dos cursos da graduação e pós-graduação para explorarem as TDICs [Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação] nos diversos componentes curriculares; inserir nos cursos de formação de professores estágio curricular voltado para educação a distância on-line”.

Mercado analisa que para reduzir os danos que a pandemia provocou, é preciso produzir, de forma urgente, diagnósticos relacionados ao abandono de estudantes, as vulnerabilidades econômicas, tecnológicas e cognitivas, que se mostraram de forma cruel na pandemia, e criar estratégias para resgatar ou ampliar os processos de aprendizagem desenvolvidos no período pandêmico. “Também é preciso que a universidade invista na formação de seus professores e técnicos para uso de metodologias inovadoras centradas no estudante, utilizando TDIC no formato híbrido e on-line, além do presencial, quando do retorno às aulas presenciais”, refletiu.

Sobre o capítulo que escreveu para o livro, Las Tecnologías de la Información y la Comunicación en la Enseñanza y Aprendizaje le la Educación Física, ele descreve possibilidades pedagógicas da utilização das TDICs na construção dos saberes dos estudantes do curso de licenciatura em Educação Física da Ufal, que pode ser estendida a outros cursos e áreas. “Apresento a prática experiencial na disciplina Técnicas de Informática e de Comunicação na Educação Física, ministrada no primeiro semestre do curso, além de relatar as estratégias didáticas desenvolvidas pelos estudantes na disciplina envolvendo a utilização de TDIC como recurso metodológico para uso em atividades virtuais e presenciais na escola ou em espaços com uso de telefonia móvel. Essa prática é também uma proposta de formação de professores usando TDIC, usando vários recursos, como infográficos, mapas conceituais, aplicativos, games, histórias em quadrinhos digitais, produção de vídeos e pesquisa na internet de várias formas”, explicou.

A obra

Resultado de uma chamada pública da Fundación Carolina (Espanha), a obra Experiencias Inovadoras de Formación Virtual na Iberoamérica no âmbito da Educação Superior apresenta uma série de experiências e propostas inovadoras para o uso de novas tecnologias, métodos e experiências de formação virtual na Ibero-América no campo do ensino superior, devido às necessidades do contexto da pandemia da covid-19.

O objetivo da chamada foi conhecer experiências internacionais de como os sistemas de ensino superior ibero-americanos estão respondendo ao impacto da pandemia com a incorporação de TDIC e aplicação de modelos de formação virtual. O livro é organizado em duas partes; na primeira, de caráter mais geral, examina o impacto da pandemia sobre a educação superior na América Latina. Na segunda parte estão as experiências práticas e estudos de caso.

por Jacqueline Freire/Ufal

Comentários comentar agora ❯