15 Setembro 2009 - 09:29

Encontro discute políticas públicas para profissionais do sexo

thaynanfreitas.blogspot.com

Um projeto pioneiro realizado em Alagoas, através da Organização Não Governamental (ONG) Centro de Formação e Inclusão Social Inaê, será destinado a trabalhadoras do sexo da região do Tabuleiro do Martins. Ação faz parte do projeto Mulheres Tecendo Ações pela Vida.

Nesta quarta-feira (16), será realizada a abertura do 2º Encontro de Formação, que contará com a participação de técnicos do Ministério da Saúde, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e integrantes do projeto de outros estados. O evento irá acontecer no hotel Pajuçara, a partir da 8h30.

“O encontro é uma oportunidade de discutir políticas públicas voltadas para as trabalhadoras do sexo e com isso, definir ações de melhorias para qualidade de vida”, disse a coordenadora do Programa Estadual de DST/ Aids, da Sesau, Fátima Rodrigues.

Durante o encontro, serão apresentadas as atividades realizadas pelas instituições, que farão uma avaliação das ações do plano de ação: mapeamento, visitas, oficinas e outros trabalhos. Também haverá uma roda de conversa sobre as dificuldades no desenvolvimento do plano de ação e estratégias de superação. Além disso, será realizada uma oficina sobre estratégias de acolhimento e mobilização de grupo, debate e uma avaliação.

Na quinta-feira (17), haverá uma mesa com o poder público local e uma oficina de prevenção positHIVa: “Com qualidade de vida a gente vai longe”. E, ainda, uma outra referente à redução de danos na perspectiva da prevenção das DST’s e Aids e a exibição do filme “Confissões ao Farol”.
Na sexta-feira (18), será realizada uma oficina sobre “Direitos Humanos em Saúde e Desenvolvimento Social: entendendo o SUS/Direitos Sexuais e Reprodutivos”.

No último dia do evento, sábado (19), haverá a oficina “Fortalecendo Conceitos, Ampliando o Diálogo: as DST’s, as Doenças Oportunistas e a Confecção de Preservativo para as Mulheres que fazem Sexo com Mulheres e Mulheres Lésbicas”. O encerramento do encontro contará com uma apresentação cultural e um café de confraternização.

O projeto Mulheres Tecendo Ações pela Vida será realizado em dois anos. A primeira fase será encerrada no final do ano, com a formação dos envolvidos com a iniciativa. O segundo momento será em 2010, com o fortalecimento das iniciativas e trabalhos que serão desenvolvidos, para valorizar a auto-estima, promover mecanismo de geração e renda, entre outros.

 

por Ascom/Sesau-AL

Comentários comentar agora ❯