20 Julho 2021 - 22:48

Com investimentos do estado, Praia do Patacho avança rumo a selo ambiental internacional

Márcio Ferreira
Governo de Alagoas vai investir valor em adequações e equipamentos urbanos

O governador Renan Filho se reuniu, na tarde desta segunda-feira (19), no Salão de Despachos do Palácio República dos Palmares, com o secretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), Marcius Beltrão; e com o prefeito de Porto de Pedras, Henrique Vilela. Na ocasião, o chefe do Executivo alagoano garantiu a destinação de recursos financeiros para a execução de projetos e obras estruturantes no município, fundamentais para a obtenção da certificação internacional "Bandeira Azul", pleiteada pela Praia do Patacho que, agora, avança de fase rumo à conquista da chancela.

O Governo do Estado vai investir mais de R$ 4,4 milhões em adequações e equipamentos urbanos e outros R$ 288 mil na elaboração do Plano Diretor de Porto de Pedras, cuja ordem de serviço foi assinada nesta segunda-feira (19) pelo governador e pelo secretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo.

“O Governo do Estado está colaborando de várias maneiras para obtenção do selo Bandeira Azul: financiando a elaboração do Plano Diretor do município, o que é uma premissa necessária; além disso, está fazendo os investimentos para adequar Praia do Patacho e região às necessidades e exigências do Bandeira Azul, que garante um turismo ambientalmente responsável”, afirmou Renan Filho.

Segundo o secretário Marcius Beltrão, a orla da Praia do Patacho receberá investimentos em infraestrutura, preservando as características naturais do local. Serão construídos, ainda, um píer e um espaço cultural, além da execução de obras de infraestrutura urbana em outras localidades turísticas de Porto de Pedras.

No processo para obtenção da Bandeira Azul, o município encontra-se na fase piloto, que deve durar até novembro. Durante essa etapa, um acompanhamento semanal da praia é realizado para garantir que os critérios exigidos pelo programa sejam obedecidos.

O selo Bandeira Azul é credenciado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e funciona como diferencial e atrativo turístico, já que coloca as praias certificadas em um patamar de excelência. A Praia do Patacho, no Litoral Norte do Estado, é a primeira praia alagoana e a segunda do Nordeste a concorrer à certificação, que também reconhece praias e marinas no Brasil e no Mundo.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) é responsável pela articulação e diálogo com autoridades municipais para a conquista do selo. Para o secretário Marcius Beltrão, a certificação é essencial para a promoção do Destino Alagoas, nacional e internacionalmente.

“Isso vai fazer com que o turismo internacional aconteça verdadeiramente em Porto de Pedras, por meio da concepção de um turismo totalmente focado no meio ambiente, que busca a integração do homem com a natureza”, destacou Marcius Beltrão.

O programa estabelece que praias com a certificação devem ter atividades de educação ambiental a moradores e turistas, informações sobre a qualidade da água disponíveis aos usuários, além de dados dos ecossistemas locais e fenômenos naturais, incluindo código de conduta que mostre as leis e normas relativas ao uso da praia.

“Trata-se de um selo internacional e hoje conseguimos dar mais um passo importante para que, definitivamente, isso se concretize. Se não fosse o Governo do Estado, certamente não conseguiríamos, somente com a participação do município, avançar para a conquista desse selo”, avaliou o prefeito de Porto de Pedras.

No Brasil, o certificado para a Bandeira Azul é dado pelo Instituto Ambiente em Rede, uma Organização Não Governamental que busca preservar ecossistemas naturais e promover modelos de uso sustentável com educação ambiental.

Mais investimentos

E os investimentos do Governo do Estado não param por aí. Porto de Pedras é um dos cinco municípios do Litoral Norte de Alagoas que serão contemplados com mais de R$ 570 milhões em obras de esgotamento sanitário e de abastecimento de água, recursos obtidos junto ao Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e oriundos do Tesouro Estadual.

Os outros municípios beneficiados são: Maragogi, Japaratinga, São Miguel dos Milagres e Passo de Camaragibe (Barra de Camaragibe). Só em Porto de Pedras serão investidos R$ 52 milhões em abastecimento de água e R$ 47 milhões em esgotamento sanitário.

por Agência Alagoas

Comentários comentar agora ❯