24 Julho 2021 - 09:54

Após 6 meses de vacinação, Alagoas ultrapassa 1,7 milhão de doses aplicadas contra a covid-19

Carla Cleto
Vacinação contra a Covid-19

A Campanha de Vacinação contra a Covid-19 em Alagoas completou seis meses na última segunda-feira (19), com marca superior a 1,6 milhão de doses aplicadas. Cinco dias depois, os dados atualizados deste sábado (24) já registram 1.714.548 de doses aplicadas nos alagoanos. O período marcado por dificuldades e atrasos do Governo Federal para obtenção e envio dos imunizantes não impediu o estado de se destacar nacionalmente em mais uma frente de batalha no enfrentamento à pandemia.

Após mais de 180 dias de vacinação, Alagoas agora figura como a quinta unidade da Federação que mais aplicou as doses distribuídas aos municípios. É também o primeiro estado a concluir a vacinação dos grupos prioritários e um dos três que primeiramente iniciaram a vacinação da população em geral, com idade abaixo dos 60 anos e sem comorbidade.

Os feitos são expressivos e fruto dos investimentos do Estado e da colaboração de todos, mas agora a orientação das autoridades sanitárias e do Governo de Alagoas é para a população atender ao calendário e procurar se vacinar – incluindo a segunda dose – assim que a data para estender o braço chegar. “A gente precisa evitar a propagação do vírus e evitar a terceira onda e mais mortes em Alagoas”, advertiu o governador Renan Filho, durante o anúncio de mudança para a Fase Amarela do Plano de Distanciamento Social Controlado, na noite da última quinta (22).

A redução nos principais indicadores da pandemia, tanto em Alagoas como no Brasil e no mundo, comprova a eficácia das vacinas e o arrefecimento da transmissão. Nesta sexta (23), a taxa de ocupação de leitos de UTI na rede pública estadual ficou em 45%. Ou seja, dos 400 leitos de UTI existentes, 179 estavam ocupados. O índice não era registrado desde o dia 31 de janeiro. Já o boletim emitido na última quinta-feira (22) pelo Consórcio de Veículos de Imprensa mostrou redução de 13% na média móvel de mortes em Alagoas, que segue em estabilidade, mas com tendência de queda.

O secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, lamentou a lentidão no envio de vacinas e na ausência de planejamento por parte do Governo Federal, mas destacou, em contraponto, a atuação do Governo de Alagoas que, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), responde pela logística de recebimento das doses e distribuição para os municípios.

“Isso é demonstrado com os dados que apontam Alagoas como um dos estados que mais vacinam as doses recebidas, e também é corroborado pela grande diminuição do número de idosos hospitalizados. Temos observado uma queda na ocupação hospitalar de uma maneira geral, principalmente nos leitos de UTI”, exemplificou. “Isso se deve à eficácia da vacinação com os quatro tipos de imunizantes recebidos aqui em Alagoas, e também ao fato das bem-sucedidas medidas restritivas tomadas pelo Governo do Estado, que tem realizado o enfrentamento à pandemia da Covid-19 de maneira transparente e coerente”, defendeu Ayres.

“A vacina tem trazido grandes resultados”, assentiu o governador Renan Filho, ao reconhecer a importância da cooperação com as prefeituras. “Esse trabalho integrado tem sido muito importante. Eu quero fazer um agradecimento a todos os municípios de Alagoas, que colaboram com o Governo do Estado para a gente agilizar a vacinação. O governo recebe a vacina, checa, organiza, distribui rapidamente e a vacina chega ao braço das pessoas”, explicou recentemente.

Vacinação em números – Desde o início da Campanha de Vacinação em Alagoas, em 19 de janeiro, até esta sexta-feira (23), dados da Sesau registram 1.714.548 doses de vacinas contra a Covid-19 aplicadas em território alagoano.

Do total, 1.229.390 de pessoas foram vacinadas com a primeira dose e outras 485.158 com a segunda dose ou dose única. Em termos percentuais, mais de 35% da população já recebeu a primeira dose e mais de 14% a segunda dose ou dose única.

Entre os idosos, a faixa etária entre 60 a 64 anos lidera o recebimento de imunizantes, com 209.904 doses, sendo 115.600 com a primeira, 93.943 com a segunda e 361 com dose única. Logo atrás, vem o grupo de adultos entre 40 e 44 anos, com 182.338 doses aplicadas: 148.785 pessoas com primeira, 16.475 com a segunda e 17.078 com dose única.  

por Assessoria

AquiAcontece.com.br © 2016 - Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do AquiAcontece.com.br.