25 Abril 2021 - 05:00

Operação apreende 4 toneladas de equipamentos deteriorados no Mercado da Produção

Rafa Chafer/Secom Maceió
Freezers, caixas de isopor, facas e outros objetos foram destinados ao aterro sanitário do Benedito Bentes

Quatro toneladas de equipamentos e objetos inadequados para uso foram apreendidas no Mercado da Produção, no bairro da Levada. Foram mais de 10 freezers totalmente deteriorados, dezenas de caixas de isopor, serras de corte, tábuas e facas encontradas pelas equipes da Vigilância Sanitária, que apreenderam também 100 quilos de carne bovina imprópria para consumo.

A ação, em parceria com a coordenação executiva do Gabinete do Prefeito, teve apoio da Secretaria Municipal de Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes) e Secretaria de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs), para garantir a segurança dos fiscais.

No Mercado, atuam mais de 2 mil comerciantes, nas áreas interna e externa, e só hoje foram encontrados problemas em 120 estabelecimentos.

De acordo com o coordenador da Vigilância Sanitária, Airton dos Santos, alguns freezers e caixas de isopor estavam em desuso, mas outros ainda eram mantidos em funcionamento pelos vendedores, mesmo em péssimo estado de conservação.

quipamentos com problemas, mas que foram avaliados como utilizáveis pelos fiscais, poderão ser recuperados em um prazo de 30 dias, quando as equipes voltam ao local para nova fiscalização.

Além dos objetos, a Vigilância encontrou em um único estabelecimento 100 quilos de carne bovina imprópria para consumo. O proprietário recebeu um auto de infração e deverá pagar uma multa a ser definida pelo setor jurídico do órgão. O valor pode variar de R$ 180 a R$ 19 mil. Os demais comerciantes foram advertidos e orientados para que se adequem ao Código Sanitário. Todo o material apreendido foi encaminhado ao aterro do Benedito Bentes.

“A intenção do prefeito JHC é dialogar e dar oportunidade a todos os comerciantes para que prestem um serviço de qualidade aos consumidores. O nosso principal objetivo é tirar o risco sanitário do local. Hoje, a gente avalia que a ação teve resultado muito positivo e deve continuar. Quem faz o certo nos aplaude, entende que higiene a segurança sanitária são muito importantes”, avalia Airton dos Santos.

Durante a ação, dois estabelecimentos que trabalham com vísceras ganharam o selo “Pode comprar aqui”, que atesta que o local está totalmente dentro das normas da Vigilância e também cumpre os protocolos contra a covid-19.

Os consumidores podem ajudar a fiscalizar, por meio de denúncias pelo telefone 82 3312-5496.

por Secom Maceió

Comentários comentar agora ❯