28 Abril 2021 - 09:04

Professores de Maceió participam de treinamento em saúde vocal

O Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) deu início a um programa de treinamento em saúde vocal voltado para os professores da rede municipal de ensino de Maceió. A capacitação será através de encontros semanais remotos, por conta da pandemia da Covid-19, e tem duração de dois meses.

De acordo com Vanessa Porto, fonoaudióloga do Cerest e uma das responsáveis pelo treinamento, a iniciativa surgiu por conta do alto índice de adoecimento vocal dos professores no exercício de sua profissão.

“Durante os treinamentos, vamos discutir diversas temáticas relacionadas à saúde vocal como articulação, hidratação, estresse, projeção, resistência, aquecimento e alimentação. Vamos abordar informação e técnica vocal para que eles possam praticar. Afinal, só a orientação, sem a prática, não promove a mudança de hábitos”, explica.

Vera Pontes, coordenadora Geral de Centros e Núcleos da Secretaria Municipal da Educação, atenta para a saúde vocal dos professores. “O programa vai colaborar para a diminuição de sintomas e alterações vocais, além também de atuar com orientações a saúde e técnicas vocais para o melhor uso da voz pelos professores da rede. Com as técnicas ensinadas, os professores ficarão atentos quanto aos cuidado diários que precisam ter com a voz”, destacou.

Serão duas turmas com 15 professores cada e as aulas ocorrerão toda sexta-feira. Na primeira semana e na última, esses profissionais passam por uma avaliação em vídeo para monitorar a evolução de cada caso ao longo do curso.

“Ao final das oito semanas, o objetivo é que o professor saia com mais informação sobre seu instrumento de voz e um programa de aquecimento e desaquecimento que ele possa implantar dentro de sua rotina de trabalho, construindo, assim, novos comportamentos vocais e maneiras mais eficientes de cuidar da voz”, destaca Vanessa.

O treinamento é uma realização do Cerest Maceió em parceria com a Universidade Federal de Alagoas (UFAL), representada pelo professor e fonoaudiólogo Geová Amorim.

por Secom - Maceió

Comentários comentar agora ❯