02 Junho 2010 - 11:49

Déda apresenta o vice Belivaldo como o novo secretário de Educação

Marcos Rodrigues/ASN
O secretário de Estado da Comunicação, Carlos Cauê, o prefeito Edvaldo Nogueira, o vice-governador Belivaldo Chagas, o governador Marcelo Déda


Em coletiva à imprensa nesta terça-feira, 1º, no Palácio dos Despachos, o governador Marcelo Déda anunciou a saída do professor José Fernandes de Lima da Secretaria de Estado da Educação (Seed). Em seu lugar, assume Belivaldo Chagas, que continua como vice-governador e ganha mais um desafio à frente da nova pasta.

Durante o anúncio, o governador justificou a saída de Fernandes de Lima do cargo que ocupava. “Há algum tempo, o professor tinha me comunicado que gostaria de dedicar mais tempo a duas outras questões. Uma delas é com relação à sua produção científica. José Fernandes é doutor em física e tem uma vasta produção nessa área, com artigos publicados em revistas de todo o mundo. Além disso, ele quer dar maior atenção aos trabalhos que executa no Conselho Nacional de Educação”, explicou Déda.

“Eu nunca deixei de compreender a pedra preciosa que foi ter Lima como meu secretário. A contribuição dele foi extraordinária para o Estado, tocando à frente programas que beneficiam milhares de sergipanos em todas as regiões. Mas tenho certeza que ele vai continuar nos ajudando e que seu apoio é imprescindível ao Governo”, afirmou.

Diante desses fatos, o governador analisou quem estaria apto para assumir o desafio de administrar a pasta da Educação em Sergipe, e chegou ao nome do vice-governador Belivaldo Chagas. “Tive uma reunião com Belivaldo ontem à noite, e o convidei para assumir a secretaria. Sempre leal, desprovido de vaidade e pensando no projeto maior de servir ao Estado, ele colocou-se à disposição. Minhas palavras são de extrema gratidão”, disse Déda.

O governador não poupou adjetivos que qualificassem como acertada a sua escolha. “Belivaldo Chagas tem o prestígio político, a visibilidade, a competência e qualificação que me dão tranquilidade em colocá-lo à frente da Seed. A Educação terá um representante com força e carta branca para executar suas ações. Belivaldo continua a ser o vice-governador, escolhido pelo povo. Na prática, é o meu representante direto à frente desta valiosa área do Estado”, qualificou.

Prioridade

Em Sergipe, a educação pública é uma das prioridades da atual administração. Durante a coletiva, o governador lembrou que o Estado de Sergipe investe 27% do seu orçamento na educação, portanto, mais que o mínimo de 25% preconizado pela Legislação Brasileira.

“Não apenas pelo recurso, mas pela própria política pública é que nomes de grande relevância dirigem a Seed. “Tivemos à frente dela um técnico, um ex-reitor e doutor em física. Com Belivaldo, o prestígio da educação vai permanecer. Quem governou o Estado durante três meses, quando eu estive afastado, está preparadíssimo para encarar o desafio”, pontuou o governador .

 

por ASN

Comentários comentar agora ❯