04 Junho 2010 - 11:47

Policial é assassinado em Aracaju quando saía de supermercado

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) lamenta informar a morte do segundo-sargento Jadilson da Cruz Santos, 49 anos, do Batalhão de Polícia de Guardas (BPGd) da Polícia Militar, assassinado às 12h22 de ontem (quinta-feira, 03) na Rua Major Aureliano, bairro Santos Dumont. Segundo informações passadas ao Ciosp, o policial fazia compras no Supermercado Afra, no instante em que dois homens armados de revólver chegaram ao local em uma moto e anunciaram o assalto.

Um dos assaltantes se dirigiu até o militar, que estava de folga, para revistá-lo. Acuado, Jadilson reagiu e entrou em luta corporal com um dos bandidos, mas o comparsa disparou dois tiros contra ele e um desses disparos o atingiu gravemente na altura do peito. Uma funcionária do supermercado, Joelma Santana Couto, foi atingida de raspão por um tiro na perna.

Depois que os criminosos fugiram, as vítimas foram socorridas e levadas a hospitais. O sargento não resistiu ao ferimento e morreu antes de dar entrada no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse). Já a funcionária foi atendida no Hospital Nestor Piva e liberada sem conseqüências graves.

Diversas unidades das polícias Civil e Militar foram mobilizadas para localizar e prender os autores do crime, fazendo buscas em toda a região. A pistola do sargento e uma camisa ensangüentada encontrada próxima ao local do crime foram recolhidas e estão de posse do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), cujo diretor, delegado Éverton dos Santos, está no comando das investigações.

O corpo do policial foi velado no Velatorio Osaf, na rua Itaporanga, centro da capital. O sepultamento ocorreu às 10h de hoje, no Cemitério São João Batista, Cj. Castelo Branco. A SSP, enlutada, presta solidariedade e condolências à família do sargento Jadilson e a todos os membros da Polícia Militar.
 

por Ascom/SSP-SE

Comentários comentar agora ❯