19 Julho 2010 - 09:36

SE: Presos serram grade e fogem da Delegacia de Brejo Grande

Divulgação

Agentes civis da delegacia de Brejo Grande, município sergipano distante 140 km da capital, Aracaju, registraram durante este final de semana a fuga de quatro presos. De acordo com as informações os elementos teriam serrado duas grades, possibilitando o acesso à parte externa do prédio que não expõe a segurança necessária para a manutenção dos presos na unidade.

A contagem dos presos foi feita com o apoio da polícia militar que foi acionada para dar suporte aos agentes civis que se encontram com um efetivo muito resumido na delegacia. Verificando que quatro presos haviam fugido os policiais partiram para a identificação dos elementos que estão sendo procurados e considerados foragidos da justiça.

Os policiais identificaram os fugitivos como Antonio Santos da Silva (Periquito), Anderson Batista dos Santos (Sapisco), Francisco J. Batista (Coco Mário) e Walison Alves Rocha (J. Doidinho). O plantão do final de semana não soube precisar quais os delitos que foram praticados pelos elementos que conseguiram fugir.

por Rafael Medeiros

Comentários comentar agora ❯

  • Revoltado Nós sergipanos desconhecemos a existência de AGENTES DE POLÍCIA CIVIL na delegacia de Brejo Grande, lá quem faz todo o serviço, seja ele qual for é a Policia Militar. nós sabemos que não tem agente de polícia aqui em Brejo Grande, a não ser que apareceu agora, como se fosse um ato de mágica.
  • clecia É interessante essa informação que existe agente de policia civil em Brejo grande, todo o serviço da Delegacia é feito por Policiais Militares, para se ter uma idéia, até o telefone fica bloqueado e o rádio está quebrado, ficando os policiais sem nenhum meio de comunicação.
  • clecia Quando o delegado vai embora bloqueia o telefone para que os policiais militares não tenham acesso ao mesmo, tendo os PMs que fazer mágica numa situação como essa.
  • flamenguista nato Mais uma vez os militares vao esbarar nas garras da justiça ate guando os militares vao continuaren nas delegacias que Deus os ajuden.