24 Maio 2022 - 08:52

Samu 192 Sergipe realiza IV curso de formação de condutores de motolâncias

Reprodução
O treinamento segue até a próxima sexta, 27, e tem como objetivo a formação de 30 profissionais

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192 Sergipe) através do seu Núcleo de Educação Permanente (NEP), iniciou nesta segunda-feira, 23, o IV curso de formação de condutores de motolâncias. O treinamento segue até a próxima sexta, 27, e tem como objetivo a formação de 30 profissionais na condução de motocicletas.

Além da participação de 20 técnicos e enfermeiros do Samu, o serviço convidou profissionais de outros órgãos para realizar o curso, sendo três profissionais do Grupamento Especial Tático de Motos (GETAM), três do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRV), dois da Guarda Municipal de Aracaju e mais dois Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT). O curso ocorre durante a semana, na sede do GETAM.

“A intenção é formar os técnicos de enfermagem, assistentes de enfermagem II e enfermeiros que tem pretensão em conduzir motolâncias. Os que forem aprovados, serão condutores de motolâncias posteriormente . Para conduzir as motolâncias é necessário fazer esse curso. As inscrições foram realizadas com antecedência, saiu um edital e houve um chamamento das pessoas que fizeram a inscrição. Neste curso os profissionais aprendem todas as técnicas de pilotagem”, explicou o supervisor de motolâncias do Samu 192, Cleston Soares.

O coordenador do IV curso de formação, Adriano Resende, explicou que o curso segue a portaria ministerial, que tem duração de 50 horas. “Nessas 50 horas, dividimos em 10 exercícios, que são equilíbrio e habilidade. Iniciamos o curso com a parte teórica com as instruções, já na parte da tarde todos os exercícios práticos. Na sexta-feira iremos fazer as avaliações”, disse.

A técnica em enfermagem do Samu, Fabiane Santana, contou que ser condutora de motolâncias do Samu sempre esteve em seu objetivo profissional. “Vejo nas motolâncias uma oportunidade dos pacientes serem atendidos com mais agilidade, pois no trânsito a moto tem uma capacidade melhor de se locomover. Sempre foi meu sonho participar da motolância. Além de disciplina, para ser condutor de motocicleta você precisa prestar muita atenção porque você não pode se tornar uma vítima. Se você está no trânsito, além de ter cuidado com você, com pedestre, também tem as outras conduções”, enfatizou.

O enfermeiro do serviço, Eriomar Soares, contou que o curso começou com a parte teórica sobre legislação e leis de trânsito, em seguida com a parte prática. “Sempre admirei os meus colegas que trabalham na motolância e tive essa oportunidade de participar do IV curso. Estou aproveitando bastante”, contou.

O policial do GETAM, Iturbson Feitosa, salientou que o convite do Samu é uma excelente oportunidade para se aperfeiçoar. “A experiência está sendo muito agradável, todo treinamento é válido. Sou formado pelo Getam e agora fomos convidados para fazer esse curso, é uma oportunidade enorme”, finaliza.

por Agência Sergipe

Comentários comentar agora ❯