Blog da Juventude

Blog da Juventude

Por Willian Nelson

Postado em 24/03/2021 09:54

Profissionais de saúde veem jovens tomando lugares antes ocupados por idosos nas UTIs em todo Brasil

Google
Profissionais de saúde veem jovens tomando lugares antes ocupados por idosos nas UTIs em todo Brasil
Muitos acham que vão perder o olfato, mas perdem a vida!

Um novo cenário na luta contra o coronavírus vem preocupando médicos e equipes de enfermagem em todo país. Trata-se do crescimento no número de pacientes mais jovens em situação grave ou gravíssima nas UTIs. Em meio ao colapso dos sistemas de saúde, esse aumento se dá por descuido em relação ao vírus e nas práticas de prevenção.

A pandemia retornou com uma velocidade e características diferentes daquela primeira onda, antes o percentual de acometidos eram mais precisamente idosos e portadores de doenças crônicas. O que se tem visto são pacientes mais jovens, sem qualquer doença prévia. Mesmo o organismo sendo forte o paciente jovem precisa de ventilação mecânica, e muitos fazem hemodiálise, numa luta desenfreada pela vida.

No entanto, uma consequência maléfica é a ocupação de leitos por grande período de tempo nas UTIs, sendo de 14 à 17 dias no mínimo para total recuperação, deixando de atender outro paciente por não ter leitos. Os médicos afirmam que se deve manter o extremo cuidado, tomar todas as medidas de prevenção e evitar festinhas para não haver contágio com essas variantes do vírus. “ Muitos acham que vão perder o olfato, mas perdem a vida”, afirma o médico especialista em infectologia Matheus Alves de Lima, do estado de São Paulo.
 

Comentários comentar agora ❯